Tom Galdonfili/AFP
Tom Galdonfili/AFP

Satisfeito, Felipe Massa vê Bottas ultrapassá-lo no Mundial de pilotos

Brasileiro comemora resultado mesmo perdendo posição no torneio

Estadão Conteúdo

10 de maio de 2015 | 15h57

Felipe Massa fez uma corrida sem brilho neste domingo no GP da Espanha de Fórmula 1 e terminou em sexto lugar, duas posições atrás do seu companheiro de Williams, Valtteri Bottas. O finlandês agora o passou e é o quinto no Mundial de Pilotos, com 42 pontos a 39. Mesmo assim, o brasileiro viu motivo para comemorar o resultado.

"Foi uma boa corrida para o time, que marcou 20 pontos. Não nos afastamos muito da Ferrari e ainda continuamos na frente da Red Bull, o que é muito importante e positivo para nossa posição no campeonato", comentou.

O piloto da Williams também explicou que a estratégia utilizada para a corrida teve que ser mudada devido aos desgastes dos pneus. "Consegui ultrapassar carros na primeira volta e, em seguida, lutei com Kimi (Raikkonen) por um longo tempo, o que foi ruim para os pneus. Por causa da degradação adicional, fazer três paradas foi o melhor para mim hoje, mas isso deixou os outros muito à frente", justificou.

Outro brasileiro da Fórmula 1, Felipe Nasr ficou satisfeito com seu desempenho ao terminar na 12ª colocação, mas acredita que o carro da Sauber pode render mais. "Foi uma corrida difícil. Perdemos tempo em algumas voltas com os pneus médios e os duros em relação a nossos principais adversários. Ainda nos falta downforce, o que comprometeu nossa corrida. Nossa estratégia de duas paradas, de maneira geral, foi boa. Do meu ponto de vista, tirei o máximo possível do carro, então nada além da 12ª posição era possível", disse.

A próxima etapa do Mundial acontecerá no GP de Mônaco, no circuito de Montecarlo, dia 24. O inglês Lewis Hamilton lidera o campeonato, com 111 pontos, seguido de Nico Rosberg (91), que venceu o GP da Espanha. Os pilotos da Ferrari vêm em seguida, com Sebastian Vettel à frente de Kimi Raikkonen.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.