Divulgação / Sauber
Divulgação / Sauber

Sauber contrata ex-Ferrari para ser chefe de aerodinâmica

Jan Monchaux também passou pela montadora Audi e pela escuderia Toyota

Estadão Conteúdo

03 de abril de 2018 | 10h18

A Sauber reforçou o seu departamento técnico em busca de resultados melhores na Fórmula 1. Nesta terça-feira, a equipe suíça anunciou a contratação de Jan Monchaux para assumir a função de chefe de aerodinâmica.

+ Fernando Alonso se mostra otimista com a McLaren: 'É hora de voltarmos ao topo'

+ Mercedes culpa calculadora virtual por erro que tirou vitória de Hamilton

Monchaux ocupou o cargo de Chefe de Engenharia de Veículos e Aerodinâmica na Audi nos últimos cinco anos. Além disso, ele possui larga experiência, também já tendo trabalhado na Fórmula 1, nas equipes Toyota e na Ferrari.

A contratação de Monchaux tem efeito imediato, o levando a substituir Nicolas Hennel de Beaupreau, que ocupava essa função há pouco mais de seis meses, apenas desde setembro do ano passado. Agora, então, ele assumirá uma nova função dentro do departamento de aerodinâmica.

"Estou muito ansioso pela chegada de Jan Monchaux como o novo chefe de aerodinâmica", disse o diretor técnico Jorg Zander. "Ele marca um passo importante de um projeto mais amplo que visa fortalecer a equipe Sauber em linha com as metas e os resultados que queremos alcançar nas pistas."

A Sauber não conseguiu pontuar no GP da Austrália, que abriu a temporada 2018 da Fórmula 1, com o monegasco Charles Leclerc terminando em 13º lugar e o sueco Marcus Ericsson abandonando a prova por causa de problemas hidráulicos. Com apenas cinco pontos somados, a equipe foi a última colocada no Mundial de Construtores de 2017.

A próxima corrida da temporada 2018 da Fórmula 1 será o GP do Bahrein, no próximo domingo. As atividades se iniciam nesta sexta-feira, com a realização de dois treinos livres, sendo o primeiro deles às 8 horas (de Brasília).

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Sauber

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.