Sauber e Force India enviam queixa contra a Fórmula 1 à União Europeia

As equipes Force India e Sauber enviaram nesta terça-feira uma queixa formal à União Europeia (UE) contra a estrutura da Fórmula 1. Elas reclamam que o sistema de formulação de regras e distribuição de receitas da categoria são ilegais, injustos e prejudiciais. "Recebemos uma queixa e vamos estudá-la", limitou-se a informar um porta-voz da União Europeia, Ricardo Cardoso.

Estadão Conteúdo

29 de setembro de 2015 | 15h53

A medida já era esperada, dada a insatisfação de algumas equipe com menos peso da categoria. Encabeçadas pela Force India e a Sauber, elas tentam desafiar o domínio dos principais protagonistas da Fórmula 1 e acreditam que poderiam nivelar o Mundial se tivessem tanto poder ou verba.

Em um comunicado oficial, no qual confirmou que era uma das equipes que apresentou a queixa, a Force India apontou que "os sistemas de divisão de receitas e de determinação das regras da Fórmula 1 são injustos e ilegais".

A Sauber, por sua vez, divulgou nota na qual afirmou que a Fórmula 1 está violando as leis da União Europeia e questionou "os poderes e privilégios de formulação de regras, que prejudicam o esporte". Se a UE decidir atuar, a investigação deve acabar se prolongando, sem resultado previsto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.