Schumacher admite problemas, mas aposta em evolução

Schumacher admite problemas, mas aposta em evolução

O alemão Michael Schumacher admitiu que os seus resultados no retorno à Fórmula 1 estão abaixo das suas expectativas, mas tentou manter o otimismo para a sequência da temporada 2010 e o GP da China. Até agora, o melhor resultado do heptacampeão mundial foi apenas o sexto lugar no GP do Bahrein.

AE, Agência Estado

09 de abril de 2010 | 12h57

"É certo que as duas últimas corridas não foram muito felizes para mim, mas estou muito consciente das razões para isso. Eu sei como as coisas na Fórmula 1 são e se você olhar detalhadamente para as duas corridas, acho que tudo ainda está indo conforme o planejado. Você só pode melhorar passo a passo e estou confiante de que estamos conseguindo isto", afirmou o alemão, que foi décimo colocado no GP da Austrália e abandonou o GP da Malásia.

Schumacher também projetou que o GP da China, no dia 18 de abril, será emocionante. "O entusiasmo da Mercedes-Benz e o apoio dos torcedores é muito grande na China, então nós temos uma corrida atraente à nossa frente em Xangai na próxima semana. Estou confiante de que os fãs não vão deixar a corrida decepcionados", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.