Schumacher ajudará Ferrari no GP da Austrália pelo telefone

Apesar de ter se tornado assessor de Jean Todt na Ferrari, o ex-piloto alemão Michael Schumacher não irá para a Austrália acompanhar a primeira prova do ano da Fórmula 1, que acontecerá neste domingo, no Circuito de Melbourne.No entanto, o ex-piloto estará "participando" da corrida através do telefone, já que assistirá a prova pela televisão e passará algumas instruções à equipe. "É claro que em outras etapas Schumacher estará presente", explicou Sabine Khem, assessor de imprensa do alemão, sete vezes campeão mundial.Khem ainda contou que a decisão de Schumacher de ficar ausente não se deve a nenhum tipo de remorso por ter se aposentado da Fórmula 1, no final do ano passado. "Ele está em forma, equilibrado e muito tranqüilo. É uma pessoa feliz e em paz com a consciência."Na última semana, a imprensa européia noticiou que Schumacher negociava a compra da escuderia Toro Rosso - o alemão ainda deve enviar uma proposta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.