Chris Wattie/Reuters
Chris Wattie/Reuters

Schumacher aposta no trabalho para encerrar sua má fase na Fórmula 1

'Nosso foco agora é todo na corrida em Valência, e a motivação de todos está ainda mais forte', disse

AE, Agência Estado

15 de junho de 2012 | 09h22

VALÊNCIA - O alemão Michael Schumacher garantiu que o resultado decepcionante do GP do Canadá, quando precisou abandonar a prova em razão de um problema na asa dianteira do carro, não afetou o seu otimismo e o da Mercedes para o GP da Espanha, que será disputado no dia 24 de junho em Valência. O heptacampeão garantiu que os problemas de confiabilidade deverão ser resolvidos, o que permitirá que ele seja competitivo no circuito espanhol.

"Nosso foco agora é todo na corrida em Valência, e estou certo de que a motivação de todos está ainda mais forte porque o fim de semana no Canadá não foi tão bom como esperávamos. O nosso lema nos últimos dias tem sido arregaçar as nossa mangas e focar no trabalho. Todos na equipe levam essa atitude no coração, para que possamos viajar para Valência com um clima otimista", disse.

Chefe da Mercedes, Ross Brawn reconheceu que a Mercedes poderia ter se saído melhor no GP do Canadá não fossem os problemas enfrentados durante o fim de semana. "O desempenho do nosso carro e a administração dos pneus foram bons no Canadá, no entanto a nossa competitividade foi comprometida por problemas de confiabilidade e erros", comentou.

Assim, o dirigente prometeu trabalhar com tolerância zero em relação aos problemas de confiabilidade para conseguir um bom resultado no GP da Europa. "Este sentimento de decepção foi profundamente sentido por todos na nossa equipe, e estamos trabalhando arduamente para compreender as razões e lidar com isso. Atingir uma confiabilidade perfeita é a nossa maior prioridade. As oportunidades disponíveis, se pudermos dar aos dois pilotos um carro confiável e um fim de semana limpo, são claras", afirmou.

Com cinco abandonos em cinco provas disputadas, Schumacher está apenas em 18º lugar no Mundial de Pilotos, com dois pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.