Schumacher aprova novas regras

As mudanças adotadas pela FIA para tornar a F-1 mais equilibrada - e que devem entrar em vigor a partir da temporada 2003 - agradaram grande parte de equipes e pilotos. O piloto alemão Michael Schumacher - cujo domínio nas últimas três temporadas acabou originando as mudanças - recebeu as alterações de maneira positiva. Acha até que poderá ser beneficiado. "As modificações estão amplamente corretas. Em especial as novas regulamentações para a classificação?, disse o pentacampeão em um comunicado distribuído à imprensa.O canadense Jacques Villeneuve disse que também gostou das novidades. Para o malaio Alex Yoong (Minardi) as novas regras vão aumentar a pressão sobre os pilotos e deverão equilibrar um pouco mais as provas. Apesar disso, acrescentou ele, Michael Schumacher ainda se manterá com clara vantagem sobre os demais.O piloto de testes da Ferrari, o brasileiro Luciano Burti, também aplaudiu. ?Os treinos de sexta ganham importância e com o novo sistema de pontuação a concorrência vai aumentar?, disse. No Brasil, Rubens Barrichello preferiu calar-se. ?A Ferrari me pediu para eu não comentar esse assunto?, disse o vice-campeão mundial de 2002. As medidas agradaram também os chefes de equipe . ?Claramente, avançamos alguns passos e isso é muito positivo?, disse Eddie Jordan. ?Acho que foi feito tudo o que poderia ser feito e a próxima temporada deverá ser emocionante?, afirmou o chefe da BAR, David Richards.O diretor esportivo da BMW, Gerhard Berger disse que ficou aliviado com o fato de a FIA não ter aprovado o uso do lastro ou do revezamento entre os pilotos, como chegou a ser cogitado, Mas mesmo assim, ele foi cauteloso. ?Vamos esperar para ver como essas mudanças vão se dar na prática?, disse.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2002 | 11h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.