Schumacher bate nos testes da Ferrari

Não é somente Rubens Barrichello que colide os carros da Ferrari. Nesta quinta-feira, o piloto número 1 da escuderia italiana, Michael Schumacher, destruiu a suspensão traseira esquerda do modelo F2001 ao sair da pista e se chocar contra o guard-rail, durante os testes da equipe, em Fiorano, na Itália.O acidente, sem maiores conseqüências, fez com que o tricampeão da Fórmula 1 encerrasse as atividades para o GP de San Marino hoje e marcasse para esta sexta-feira o seu retorno às pistas. Na melhor da 52 voltas realizadas pelo alemão, ele registrou um tempo de 1:00.179 enquanto o piloto de provas da equipe, Lucas Badoer, marcou 1:07.945, usando pneus para pista molhada.Magny Cours - Nos testes realizados no circuito de Magny Cours, na França, o piloto alemão Nick Heidfeld, da Sauber-Petronas, registrou o melhor tempo desta quinta-feira em 1:15.630 seguido pelo espanhol Marc Gené, piloto de provas da Williams-BMW, que marcou 1:15.680. O terceiro melhor tempo foi do colombiano Juan Pablo Montoya, da Williams-BMW, com 1:15.990 e o brasileiro Enrique Bernoldi, da Arrows-Asiatech, registrou sua volta mais rápida em 1:16.600, ficando com o quarto melhor tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.