Schumacher descarta luta por vitória no GP da Espanha

O alemão Michael Schumacher revelou que a Mercedes irá apresentar evoluções no carro para o GP da Espanha. Por isso, o heptacampeão mundial acredita que será mais rápido do que nas últimas corridas, mas descartou a possibilidade de lutar por vitória na primeira prova da Fórmula 1 no continente europeu em 2010.

AE, Agência Estado

30 de abril de 2010 | 12h27

"Nosso passo à frente em Barcelona vai ser maior do que você pode fazer durante o intervalo de corridas, mas não seria realista esperar que nós, de repente, passaremos a brigar na frente", afirmou, acreditando que as outras equipes também vão apresentar evoluções no GP da Espanha.

Apesar disso, Schumacher garantiu que está satisfeito com o trabalho realizado pela Mercedes e destacou as melhorias realizadas desde o início da temporada. "Vejo um grande potencial aqui, especialmente porque a nossa equipe reagiu muito bem nas últimas quatro corridas", disse.

Décimo colocado no Mundial de Fórmula 1, com apenas dez pontos, Schumacher garantiu que está motivado no seu retorno após três anos de aposentadoria. "A boa notícia é que após três anos afastado, eu estou me sentindo extremamente motivado. Portanto, sou claramente pronto para enfrentar desafios", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.