Schumacher diz que F2008 'promete', e descarta retorno

O heptacampeão mundial afirmou que talvez vista o uniforme de piloto, mas só de testes

11 de janeiro de 2008 | 17h13

O heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher afirmou nesta sexta-feira que o novo carro da Ferrari, o F2008, é "promissor", ao tempo que descartou seu retorno à escuderia.  Schumacher disse que o F2008 é muito promissor, embora tenha ressaltado que ainda precisa evoluir em alguns pontos.  Ele também destacou que será necessário compará-lo com os carros das equipes rivais "para então saber se o automóvel é mesmo bom". Sobre sua participação na equipe, Schumacher disse que seu contrato está mais claro este ano. "Trabalharei no desenvolvimento do veículo e na gestão esportiva." Schumacher afirmou que talvez vista o uniforme de piloto, mas só de testes, e descartou totalmente a possibilidade de voltar a competir.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.