Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Schumacher diz que Mercedes não é favorita no Bahrein

Segundo o alemão, o objetivo da equipe é 'não ficar muito distante' das concorrentes na abertura da F-1

AE-AP, Agência Estado

26 de fevereiro de 2010 | 15h19

A expectativa do heptacampeão Michael Schumacher para o início da temporada 2010 da Fórmula 1 não é das melhores. Nesta sexta-feira, após os testes em Barcelona, o alemão disse que a Mercedes não está entre as favoritas para conseguir uma vitória na corrida de estreia, no Bahrein. Para o alemão, sua equipe ainda não tem condições de buscar os primeiros lugares.

"[A Mercedes] não está exatamente na condição que nós queríamos que estivesse, provavelmente brigando para ganhar as primeiras corridas logo de cara", afirmou o piloto de 41 anos, que voltou a correr pela Fórmula 1 após três anos de aposentadoria.

Segundo Schumacher, o objetivo da Mercedes é "não ficar muito distante" das melhores equipes. Pelos resultados dos testes, espera-se que as favoritas sejam Ferrari, Red Bull e McLaren. Mas o alemão tem dúvidas sobre as principais candidatas à vitória no Bahrein. "É bem difícil de avaliar agora, qual é o cenário real", disse.

VEJA TAMBÉM:
\"lista\" Alonso diz não ter preocupações para estreia no Bahrein
\"lista\" F-1 - Leia mais sobre a categoria
blog LIVIO - F-1, viagens e tecnologia

Nesta sexta-feira, no segundo dia de testes da Fórmula 1 em Barcelona, Schumacher registrou apenas o sétimo melhor tempo, com 1min21s689.

Ele ficou mais de um segundo atrás do compatriota Nico Hulkenberg. O companheiro do brasileiro Rubens Barrichello na Williams liderou o dia com a marca de 1min20s614.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.