Schumacher diz que não pensa em parar

Em Indianápolis, onde disputa a partir desta sexta-feira o GP dos Estados Unidos de Fórmula 1, Michael Schumacher desmentiu seu irmão Ralf e garantiu que no momento não pensa em deixar as pistas.Na quarta-feira, Ralf deu uma entrevista ao jornal alemão Bild em que dizia que seu irmão deverá deixar logo as pistas, diante da falta de bons resultados. "Neste momento, Michael não encontra nenhum prazer na competição. Acho que ele não vai continuar correndo durante muito tempo", afirmou o piloto da Toyota na ocasião. Mas, nesta quinta, quando perguntado sobre a declaração do irmão mais novo, Schumacher foi taxativo: ?Essa é fácil de responder. Seguirei correndo. Ainda me sinto competitivo e me divirto correndo.?Aos 36 anos, Schumacher é dono de 7 títulos mundiais na Fórmula 1, mas ainda não venceu nenhuma corrida nesta temporada - sua última vitória foi no GP do Japão, em outubro passado. E está longe da disputa para ser o campeão de 2005.?Vencemos sempre nos últimos cinco ou seis anos, mas temos que aceitar que algumas equipes e pilotos estão fazendo um trabalho melhor agora?, disse Schumacher, apostando numa reação da Ferrari. ?Nossa motivação e desafio é mostrar que podemos nos recuperar. Não tenho dúvidas de que conseguiremos.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.