Schumacher diz que não voltará a correr na Fórmula 1

Heptacampeão, hoje dirigente da Ferrari, afirma que está feliz, um ano após encerrar sua carreira

Efe,

28 de outubro de 2007 | 12h48

O alemão Michael Schumacher, que atualmente trabalha como administrador delegado da Ferrari, afirmou neste domingo que não voltará a correr na Fórmula 1.   "Nunca voltarei. Sinto muito, mas a vida é belíssima sem a Fórmula 1", declarou Schumacher no circuito do Mugello durante a festa da Ferrari por ocasião da conquista do título mundial.   Além disso, Schumacher comentou a atual conquista da equipe italiana. "Ganhou a melhor equipe apesar de termos tido problemas de confiabilidade nesta temporada. Foi um mundial muito difícil", declarou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.