Schumacher é condenado na Bélgica

A Justiça da Bélgica condenou o alemão Michael Schumacher nesta quinta-feira, por rompimento unilateral do seu contrato com a fabricante de capacetes Sports Europe. A empresa tinha acertado com o piloto da Ferrari para que ele usasse suas peças durante a temporada 2001, mas o tricampeão mundial da Fórmula 1 tinha mudado de idéia e estava se recusando a fazer isso. Agora, Schummy, que está na Austrália para a abertura do Mundial de F1, neste final de semana, terá de pagar um multa de cerca de US$ 120 mil cada vez que usar outro capacete que não seja o da firma belga.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.