Schumacher e Ferrari renovam acordo por mais três anos

O heptacampeão Michael Schumacher continuará como consultor da Ferrari pelos próximos três anos. Nesta sexta-feira, o maior vencedor da história da Fórmula 1 confirmou o acerto para permanecer prestando serviços à escuderia italiana.

AE, Agencia Estado

11 de setembro de 2009 | 08h56

"Cheguei a um acordo com o presidente Montezemolo para estender nossa cooperação por mais três anos. Estou muito feliz com isso, porque sempre quis ser parte da família Ferrari", disse Schumacher, que chegou à escuderia em 1996 e não saiu mais - desde que deixou as pistas há três anos, ele é consultor.

O alemão evitou falar sobre as especulações acerca de um possível retorno à Fórmula 1. Neste ano, ele chegou a começar a preparação para ser o substituto de Felipe Massa, mas acabou vetado por seus médicos, devido a uma lesão no pescoço. Ainda assim, a equipe sonha com sua presença na próxima temporada, sobretudo se conseguir aprovar a ideia de colocar três carros no grid.

Nos próximos três anos, Schumacher deve dedicar-se ao departamento de carros de rua, ajudando no desenvolvimento de novos modelos da marca. "Estou muito ansioso para ajudar nesses projetos. Já gostei muito de participar do desenvolvimento da Ferrari Califórnia, da 430 Scuderia e da 458 Itália", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1FerrariMichael Schumacher

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.