Chris Wattie/Reuters
Chris Wattie/Reuters

Schumacher e Hamilton agradecem times em capacetes

O piloto alemão se aposenta enquanto o inglês ocupa seu lugar na Mercedes em 2013

FELIPE ROSA MENDES E VALÉRIA ZUKERAN, Agência Estado

23 de novembro de 2012 | 15h38

SÃO PAULO - Em clima de despedida, Michael Schumacher e Lewis Hamilton aproveitaram seus capacetes para agradecer o apoio de suas respectivas equipes durante o GP do Brasil, neste fim de semana. O piloto alemão está se aposentando definitivamente da Fórmula 1, enquanto o inglês está deixando a McLaren para ocupar o lugar do colega veterano na Mercedes.

Conhecido pela frieza e pelas poucas palavras, Schumacher apresentou seu capacete, já considerado histórico, com uma mensagem de agradecimento na lateral: "A vida é sobre paixões. Obrigado por dividir a minha", escreveu o heptacampeão mundial.

O alemão, que estreou o capacete nos treinos livres desta sexta-feira, vai se despedir da categoria pela segunda vez, no domingo. A primeira foi em 2006, mas o piloto não resistiu ao convite da Mercedes e voltou em 2010, sem, porém, conseguir os grandes resultados que o fizeram campeão em 1994, 1995, 2000, 2001, 2002, 2003 e 2004.

Enquanto Schumacher deixa a Mercedes, Hamilton ocupa seu lugar. E, para evitar qualquer suspeita de ingratidão com a McLaren, que promoveu seu desenvolvimento no automobilismo, o inglês agradeceu aos integrantes da equipe com a qual foi campeão em 2008. "Obrigado", registrou o piloto no centro do capacete, que também exibe uma bandeira em homenagem ao Brasil - ele se sagrou campeão aqui, mas nunca subiu ao lugar mais alto do pódio no País.

Também em tom de agradecimento, o francês Romain Grosjean fez uma montagem com fotos dos integrantes da Lotus no capacete que está usando em São Paulo. O piloto, protagonista de manobras arriscadas durante a temporada, ainda não garantiu sua permanência na equipe em 2013. Seu futuro deve ser decidido nos próximos dias.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.