Schumacher é o pole no GP da Austrália

O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, conquistou a pole position para o GP da Austrália, primeira etapa da temporada 2004 da Fórmula 1. O piloto seis vezes campeão mundial completou a volta em 1min24s408, seguido pelo brasileiro Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe, que obteve o tempo de 1min24s482. O colombiano Juan Pablo Montoya larga em terceiro, ao lado do surpreendente inglês Jenson Button, da BAR. O quinto posto no grid ficou para o espanhol Fernando Alonso, da Renault, que terá ao seu lado o australiano Mark Webber, da Jaguar. O japonês Takuma Sato, confirmando o bom desempenho da BAR, vai largar em sétimo lugar. O brasileiro Felipe Massa, da Sauber, ficou com o 11º lugar, enquanto Cristiano da Matta foi o 13º colocado. A decepção ficou por conta da McLaren: décimo lugar com Raikkonen e 12º com Coulthard. Olivier Panis (Toyota), Christian Klien (Jaguar) e Gianmaria Bruni (Minardi) tiveram problemas e terão de largar dos boxes. O GP da Austrália tem largada prevista para a meia noite deste sábado e terá 58 voltas. Confira o grid de largada do GP da Austrália: 1) Michael Schumacher - Ferrari - 1min24s408 2) Rubens Barrichello - Ferrari - 1min24s482 3) Juan Pablo Montoya - Williams - 1min24s998 4) Jenson Button - BAR - 1min24s998 5) Fernando Alonso - Renault - 1min25s699 6) Mark Webber - Jaguar - 1min25s805 7) Takuma Sato - BAR - 1min25s851 8) Ralf Schumacher - Williams - 1min25s925 9) Jarno Trulli - Renault - 1min26s29010) Kimi Raikkonen - McLaren - 1min26s29711) Felipe Massa - Sauber - 1min27s06512) David Coulthard - McLaren - 1min27s29413) Cristiano da Matta - Toyota - 1min27s82314) Giancarlo Fisichella - Sauber - 1min27s84515) Nick Heidfeld - Jordan - 1min28s17816) Giorgio Pantano - Jordan - 1min30s14017) Zsolt Baumgartner - Minardi - 1min30s681OBS: não obtiveram tempo e largam dos boxes: Olivier Panis - Toyota Christian Klien - Jaguar Gianmaria Bruni - Minardi

Agencia Estado,

06 de março de 2004 | 01h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.