Schumacher é pentacampeão

O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, venceu o Grande Prêmio da França neste domingo pela manhã, atingiu uma marca histórica na Fórmula 1 e, pelos recordes que já bateu, se transformou no maior piloto de todos os tempos. Ganhou o título da temporada com seis etapas de antecedência; conquistou o pentacampeonato mundial e igualou a marca do mítico piloto argentino Juan Manuel Fangio. Com o triunfo deste domingo, o alemão chegou à oitava vitória na temporada, a 61ª da carreira e se transformou ainda no campeão mais rápido da história, ganhando o título com apenas 11 das 17 etapas disputadas.Schumacher atingiu a marca histórica num GP, no mínimo, controvertido. Rubens Barrichello - que poderia atrapalhar a festa antecipada do alemão - sequer largou. Enquanto os carros partiam para a volta que antecede a largada, a Ferrari de Rubinho ficou parada, suspensa num cavalete. Esta foi a quarta vez que o brasileiro fica impedido de correr por erros cometidos pela equipe na largada de um Grande Prêmio. Ficou no ar a impressão de que a Ferrari pode ter errado por neglicência. Outro que poderia adiar a festa seria o colombiano Juan Pablo Montoya (Williams), que largou na pole, mas, irregular, não conseguiu se manter na frente. Os dois pilotos da McLaren foram bem e terminaram a corrida em segundo (Kimi Raikkonen) e terceiro (David Coulthard). Montoya chegou em quarto; Ralf Schumacher em quinto e Jenson Button en sexto. Com a vitória deste domingo, Schumacher chegou aos 96 pontos no campeonato. Montoya é segundo colocado na classificação geral com 34. Rubens Barrichello e Ralf Schumacher dividem a terceira posição com 32 pontos.Muito irritado com os problemas no carro, Barrichello deixou os boxes e se trancou no caminhão reservado aos pilotos. Depois de algum tempo, resolveu falar. "Eu fico sem palavras. Fiz todo o procedimento de largada antes, para evitar problemas, mas não sei o que aconteceu", disse ele. Contido, Rubinho evitou qualquer declaração mais contundente. "Estou desapontado", acrescentou.E o dia, definitivamente, não foi dos pilotos brasileiros. Felipe Massa acabou punidos duas vezes no início da corrida. Primeiro, teve de passar pelos boxes por ter queimado a largada. Depois, por ter feito manobra irregular nos boxes. Voltou na 16ª posição e depois abandonou a corrida com problemas no motor. Enrique Bernoldi (Arrows) sequer correu. Mergulhada em uma enorme crise financeira, sua equipe não participou do GP.O próximo GP está marcado para o dia 28 de julho, em Hockenheim.Classificação do GP da França:1. Michael Schumacher (ALE) Ferrari 2. Kimi Raikkonen (FIN) McLaren3. David Coulthard (ESC) McLaren4. Juan Pablo Montoya (COL) Williams5. Ralf Schumacher (ALE) Williams 6. Jenson Button (ING) Renault - a uma volta7. Nick Heidfeld (ALE) Sauber - a uma volta8. Mark Webber (AUS) Minardi - a uma volta 9. Pedro de la Rosa (ESP) Jaguar - a duas voltas 10. Alex Yoong (MAL) Minardi - a quatro voltas 11. Allan McNish (ING) Toyota) - a sete voltas Não terminaram a prova12. Eddie Irvine (IRL) Jaguar 13. Jarno Trulli (ITA) Renault14. Felipe Massa (BRA) Sauber15. Mika Salo (FIN) Toyota 16. Jacques Villeneuve (CAN) BAR17. Olivier Panis (FRA) BAR18. Takuma Sato (JAP) Jordan 19. Rubens Barrichello (BRA) Ferrari Classificação do Mundial:1. Michael Schumacher (ALE) 96 pontos (campeão)2. Juan Pablo Montoya (COL) 34 3. Rubens Barrichello (BRA) 32 Ralf Schumacher (ALE) 32 5. David Coulthard (ESC) 30 6. Kimi Raikkonen (FIN) 17 7. Jenson Button (ING) 11 8. Giancarlo Fisichella (ITA) 6 . Nick Heidfeld (ALE) 6 10. Jarno Trulli (ITA) 4 . Felipe Massa (BRA) 4 12. Eddie Irvine (IRL) 3 Jacques Villeneune (CAN) 3 14. Mark Webber (AUS) 2 Olivier Panis (FRA) 2 Mika Salo (FIN) 2 Heinz Harald Frentzen (ALE) 2 Mundial de Construtores: 1. Ferrari 128 pontos 2. Williams-BMW 66 3. McLaren-Mercedes 47 4. Renault 15 5. Sauber 10 6. Jordan-Honda 6 7. BAR-Honda 58. Jaguar 3 9. Minardi-Asiatech 2 Toyota 2 Arrows 2

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.