Schumacher: 'Este ano são três na briga pela ponta da F-1'

Heptacampeão mundial aponta a ascensão da BMW-Sauber como ponto positivo para a disputada temporada

EFE

02 de abril de 2008 | 12h15

O alemão Michael Schumacher disse nesta quarta-feira acreditar que a nova temporada do Mundial de Fórmula 1 será "muito bonita e interessante", e previu que diversas escuderias terão chances de vencer ao longo da temporada. "Este ano não há somente duas equipes lutando pela ponta, mas três", assinalou o heptacampeão mundial. Schumacher assegurou que todos os fãs da Fórmula 1 estão entusiasmados com este novo campeonato, que já teve as vitórias de Lewis Hamilton (McLaren) e Kimi Raikkonen (Ferrari) nos dois grandes prêmios disputados até o momento, com a BMW-Sauber chegando na segunda colocação em ambas as provas. "Até agora já há duas equipes com vitórias, e ao longo da temporada veremos mais", previu Schumacher. A respeito de sua aventura no mundo do motociclismo, o alemão afirmou que se trata "apenas de entretenimento", e que só compete para se divertir. Schumacher disputou no último domingo, na Itália, o Troféu KTM, sua primeira corrida oficial de moto, e na qual terminou na quarta colocação. "Não serei um novo Valentino Rossi ou um Casey Stoner", brincou Schumacher, que reconheceu ter pouca experiência com as motos, apesar do bom resultado obtido em sua estréia em competições oficiais da categoria. O ex-piloto da Ferrari assegurou ainda que não pretende voltar à Fórmula 1, pois considera que abandonou as pistas "no momento certo".  

Tudo o que sabemos sobre:
Michael SchumacherFórmula 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.