Schumacher faz seguro de US$ 81 mi

O piloto alemão Michael Schumacher, da Ferrari, fez um seguro no valor de US$ 81 milhões com a companhia britânica Lloyds, para a temporada de 2002 da Fórmula 1. Para isso, o tetracampeão mundial da F1, um dos esportistas do mundo mais bem remunerados do mundo, deverá pagar cerca de US$ 5,6 milhões para a seguradora.O acordo de Schumacher com a Lloyd?s prevê o pagamento de US$ 20 milhões em caso de invalidez permanente. Se ele morrer, sua família receberia US$ 10 milhões. Ainda está acertado que ganhará US$ 3 milhões por cada prova do campeonato que não puder participar - como são 17 etapas, isso daria US$ 51 milhões, totalizando os US$ 81 milhões do valor do seguro. O pior acidente na carreira de Schumacher aconteceu em 99, durante o Grande Prêmio do Reino Unido, em Silverstone. Na ocasião, ele fraturou a perna e não pôde disputar algumas etapas da temporada daquele ano da F1.

Agencia Estado,

02 de janeiro de 2002 | 12h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.