David Ebener/EFE
David Ebener/EFE

Schumacher fica frustrado com 13º lugar em último grid

O alemão foi superado pelo companheiro, Nico Rosberg, que largará em nono

CIRO CAMPOS, Agência Estado

24 de novembro de 2012 | 19h21

SÃO PAULO - De despedida da Fórmula 1, o alemão Michael Schumacher, da Mercedes, disse estar insatisfeito com o 13.º lugar no grid de largada para o GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto de 43 anos faz neste domingo a sua última corrida da carreira e na classificação foi superado pelo seu companheiro, Nico Rosberg, que sairá em nono.

"Minha posição é um pouco complicada e torna a minha corrida difícil", comentou. Ele lamentou o fato de ter chovido minutos antes do início do treino classificatório, o que atrapalhou o acerto do carro. "Poderíamos ter nos preparado melhor para a chuva prevista para o domingo", disse.

Schumacher vai disputar neste domingo a sua segunda corrida de encerramento da carreira. Em 2006, também no GP do Brasil, o alemão se despediu pela primeira vez da Fórmula 1. Na ocasião ele estava na Ferrari e lutava pelo título com o espanhol Fernando Alonso, então na Renault, que ficou com o campeonato. O retorno à categoria foi em 2010, mas sem o mesmo brilho que o consagrou como heptacampeão. O piloto jamais voltou a vencer uma corrida.

Mesmo com um acerto de carro que não é considerado o ideal e a previsão de chuva, o chefe da Mercedes, Ross Brawn, aposta que Schumacher pode se despedir da categoria com uma boa apresentação. "Sabemos o piloto que ele é e mesmo com as condições previstas para o GP do Brasil, devemos ver seus talentos aparecendo. Estou otimista de que vamos estar em melhor forma para a corrida", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.