Schumacher garante que seguirá na Fórmula 1 em 2011

Depois de três anos de aposentadoria, o piloto alemão Michael Schumacher voltou à Fórmula 1 nesta temporada, mas seu desempenho tem sido decepcionante. Mesmo assim, ele descarta a ideia de parar novamente e garante que estará no campeonato de 2011, quando espera lutar pelo título.

AE, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 16h18

Maior campeão da história da Fórmula 1 - são sete títulos -, Schumacher aceitou o desafio de voltar às pistas neste ano. Com o carro da Mercedes, esperava ser campeão mais uma vez. Mas a temporada dele tem sido ruim, com apenas 46 pontos em 14 etapas, que o deixa em nono lugar no campeonato.

Nesta quinta-feira, véspera do início dos treinos para o GP de Cingapura, Schumacher deu entrevista coletiva no circuito Marina Bay e revelou que continua com a mesma motivação para voltar a ser campeão da Fórmula 1, descartando nova aposentadoria ao final desta temporada.

"O objetivo continua sendo ganhar o campeonato o mais rápido possível. Embora em 2010 não tenha mais chances, espero que possamos preparar o carro de 2011 para atingir essa meta", afirmou Schumacher, que está com 41 anos e tem contrato com a Mercedes para mais duas temporadas.

Segundo ele, a Mercedes leva uma "ligeira vantagem" sobre seus principais adversários na luta pelo título de 2011, pois já está trabalhando no desenvolvimento do carro do ano que vem. Enquanto isso, Ferrari, Red Bull e McLaren ainda estão envolvidas na disputa desta temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP de CingapuraSchumacher

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.