Schumacher nega boatos e garante permanência na Fórmula 1 em 2012

Alemão dá de ombros para má temporada e diz que não vai desistir de correr

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2011 | 15h43

O desempenho ruim do alemão Michael Schumacher até o momento nesta temporada levantou dúvidas sobre sua permanência na Fórmula 1. Parte da imprensa europeia chegou a noticiar que o piloto da Mercedes dificilmente permaneceria na categoria no ano que vem, mas, nesta segunda-feira, ele reafirmou que seguirá pilotando em 2012.

"Apesar dos rumores engraçados e das estúpidas histórias mentirosas, eu continuo dizendo para mim mesmo que vocês terão que me ver em 2012, quer vocês gostem ou não", declarou Schumacher ao site da sua equipe.

Em 11 etapas disputadas até agora, o heptacampeão mundial conseguiu apenas 32 pontos e ocupa o 10º lugar no Mundial de Pilotos. Seu melhor resultado na temporada foi uma quarta colocação no GP do Canadá. Apesar da performance ruim, que repete o desempenho apagado de 2010, quando voltou à Fórmula 1, o alemão garantiu que a Mercedes tem lhe dado todo o apoio.

"Um bom fator é que tenho todo o apoio de todos que estão à minha volta, em particular da companhia, em particular da equipe, todos eles querem que eu esteja aqui em 2012, então quero estar aqui e estou ansioso para isto", afirmou.

 

Mesmo aos 42 anos, Schumacher garantiu estar em forma para cumprir seu contrato com a escuderia, que se encerra ao fim do próximo ano. "Ainda tenho forma física o suficiente. Ainda estou mentalmente pronto para isso. E eu gosto de desafio", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1MercedesMichael Schumacher

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.