Schumacher: novo recorde em Fiorano

Nem mesmo a liderança disparada do Mundial, a iminência de igualar-se a Juan Manuel Fangio, com cinco títulos da Fórmula 1, ou mesmo a impressionante onda de críticas no mundo todo são capazes de desestimular Michael Schumacher. O piloto da Ferrari encontrou ânimo nesta quinta-feira, no teste da equipe em Fiorano, para estabelecer o novo recorde absoluto do circuito, com a marca de 58s326. Amanhã, Rubens Barrichello o substituirá no treino.Há uma máxima na Fórmula 1 que depois de dez anos, em média, a produção dos pilotos cai significativamente. Isso não vale para Schumacher. Se como modelo de esportista o piloto alemão se "aprimora" cada vez mais, decepcionando seus próprios torcedores, na hora de mostrar velocidade e arrojo ele surpreende a cada teste, treino livre, classificação ou corrida, apesar de ter estreado na Fórmula 1 no GP da Bélgica de 1991. Nesta quinta-feira, nos preparativos para a próxima etapa da temporada, dia 26 em Mônaco, Schumacher superou o recorde dos 2.976 metros da pista da Ferrari, que era dele mesmo, 58s378. Amanhã, pela primeira vez depois do escândalo do GP da Áustria, Barrichello volta a pilotar para a Ferrari, também em Fiorano.Ao menos em treinos particulares, a McLaren tem-se mostrado veloz. Ron Dennis, diretor e sócio da equipe, está substituindo alguns de seus importantes profissionais. Vários técnicos de outros times têm recebido proposta da McLaren, como o diretor-técnico da Arrows, Mike Caughlan.Nesta quinta-feira, David Coulthard e seu companheiro de McLaren, Kimi Raikkonen, foram os mais rápidos nos ensaios de Paul Ricard, na França. Coulthard fez 1min13s342 (105 voltas) enquanto Kimi marcou 1min13s828 (75).Heinz-Harald Frentzen, confirmando a evolução do carro da Arrows, obteve 1min14s127 (92), o terceiro tempo em Paul Ricard. Felipe Massa encerrou sua preparação para a prova de Mônaco, nesta quinta-feira, ao completar 100 voltas na pista francesa, sendo a melhor em 1min14s291, quarta marca do dia.A Toyota deu chance para que o japonês Tora Takagi, que já correu na Fórmula 1 e hoje está na Cart, de testar seu modelo de Fórmula 1. Takagi foi o último colocado do dia, com 1min16s958 (106), logo depois de Mika Salo, também da Toyota, 1min15s019 (57).O brasileiro Cristiano da Mata, que compete na Cart com motor Toyota, testará para o time japonês na Fórmula 1 e tem até chance de ser o companheiro de Salo em 2003.Em Valência, na Espanha, testaram Williams, Jordan, Renault e BAR. Ralf Schumacher, da Williams, foi o mais rápido, 1min10s592 (80 voltas), seguido pelo piloto de testes da sua equipe, Marc Gené, 1min11s398, e Giancarlo Fisichella, Jordan, 1min11s415. Em quarto ficou Jenson Button, Renault, 1min11s476. Depois, vieram Olivier Panis, BAR, 1min12s436, e Fernando Alonso, Renault, 1min13s096.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.