Schumacher pode ser sócio de Sauber

A imprensa alemã está estranhando os elogios diários de Michael Schumacher à equipe Sauber, qualificando-a, ao lado da Williams, como as que mais têm chances de um bom resultado este ano. Como Dietrich Mataschitz, dono da Red Bull e dono de 68% da Sauber, está deixando a sociedade no fim do ano, comentou-se nesta sexta-feira no autódromo de Sepang, na Malásia, que o piloto alemão poderia tornar-se sócio de Peter Sauber ao assumir a parte que corresponde à Red Bull. Schumacher mora na Suíça, onde a Sauber mantém a sua sede, próximo a Zurique. Schumacher desconversa e diz que não se vê como dirigente ou com algum investimento pessoal na Fórmula 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.