Schumacher prevê equilíbrio no Canadá

O líder do Mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher, já admitiu: "Além dos pilotos da McLaren, acredito que a dupla da Williams também deverá lutar conosco pela vitória no Canadá." São boas as possibilidades de a prova de Montreal, domingo, a oitava do campeonato, ser uma das mais disputadas da temporada. "Há muitas semelhanças entre essa pista e a de Ímola", argumentou Schumacher, para justificar sua previsão. Ralf Schumacher, com Williams-BMW, venceu o GP de San Marino, em Ímola. Não é difícil compreender em que Schumacher se baseia para apostar também na Williams: Ralf Schumacher e Juan Pablo Montoya são quase sempre os pilotos que registram as velocidades mais elevadas nos fins de reta. E os 4.421 metros do circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, apresenta duas longas retas. Não há também curvas de elevada velocidade, condição que a Williams ainda perde para a Ferrari de Michael Schumacher e a McLaren.

Agencia Estado,

05 de junho de 2001 | 18h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.