Vincent Thian/AP - 3/4/2010
Vincent Thian/AP - 3/4/2010

Schumacher rebate Alonso e diz que ainda precisa de tempo para novo título

Espanhol havia dito que o alemão é o seu principal rival na temporada 2011 da Fórmula 1

Efe

31 de janeiro de 2011 | 12h27

BERLIM - O heptacampeão do mundo de Fórmula 1, Michael Schumacher, considera que, ao contrário do que pensa o espanhol Fernando Alonso, ainda não está maduro para conquistar na próxima temporada um novo título mundial.

"Ainda não chegamos a esse momento", afirma o piloto alemão, em declarações ao jornal alemão Bild, um dia antes de realizar em Valência os primeiros testes oficiais com sua Mercedes.

Schumacher adverte, no entanto, que "é realista" por parte de Alonso contar com ele como principal rival, já que de acordo com sua experiência está "claramente na curva ascendente" de seu desenvolvimento.

Aos 42 anos, o piloto alemão afirma que não tem "por que esconder-se" diante dos rivais como seu compatriota e atual campeão do mundo, Sebastian Vettel, de 23 anos.

"Não se trata só de uma pessoa de 23 anos. Há outros mais jovens. Mas quando olho para mim mesmo percebo que fisicamente, no ano passado, não fiquei atrás da cúpula do Mundial", afirma.

Além disso, ele ressalta que já sente cócegas em todos os lados - "mãos, pés e cabeça" - diante do momento de testar seu novo carro.

"Estou como uma criança diante dos presentes de Natal", diz, apesar de não ser ele e, sim, seu colega de equipe, Nico Rosberg, quem dará a primeira volta nesta terça-feira no circuito Ricardo Tormo, em Valência, na Espanha, quando começam os testes oficiais para a temporada 2011 da F1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.