Schumacher sai ileso de acidente

O piloto alemão Michael Schumacher deu um grande susto nos integrantes da equipe Ferrari ao bater a 310 km/h no circuito de Monza, na Itália, nesta terça-feira. O companheiro do brasileiro Rubens Barrichello na escuderia italiana perdeu o controle da traseira do carro e bateu com violência na barreira de pneus da Curva della Roggia. O impacto foi tão forte que o carro ficou em péssimo estado.O acidente assustou os dez pilotos que treinavam em Monza. "Eu vi o carro chocar-se contra as barreiras e tive medo de que Schumacher tivesse se machucado", disse o italiano Giancarlo Fisichella, da Benetton. Outro que ficou amedrontado foi o irmão do piloto, Ralf Schumacher, da Williams, que chegou a interromper seu trabalho para acompanhar o atendimento a Michael.Schumacher saiu ileso do cockpit de seu carro e foi diretamente transferido para um hospital nos arredores de Monza, onde ficou em observação, mas logo foi liberado. O piloto não deu entrevistas, porém, a Ferrari informou que não foi constatada nenhuma seqüela nos exames médicos. Como o carro de Schumacher era o único preparado pela escuderia para realizar testes, o trabalho do alemão, que ainda deveria treinar nesta quarta e quinta-feira, foi suspenso e o piloto seguiu para a Suíça, onde mora, com a mulher Corinna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.