Schumacher vence a 5ª e iguala recorde

Não tem jeito. A velha máxima de que a sorte procura os competentes parece ser mesmo verdadeira. Nem um problema mecânico impediu Michael Schumacher e a Ferrari de vencerem, neste domingo, o GP da Espanha - a quinta etapa do Mundial 2004. "Desta vez achei que não terminaria a prova. As dificuldadescom o cano de escapamento começaram logo depois do primeiro pit stop(10ª volta de um total de 66)", disse Schumacher que ganhou pelaquinta vez seguida na temporada e igualou o recorde do inglês Nigel Mansell, que em 992 venceu as cinco primeiras do ano. Rubens Barrichello, também dainvencível Ferrari, redimiu-se do fraco desempenho no GP de San Marinoe obteve no Circuito da Catalunha um convincente segundo lugar. Já que não há adversários, a única maneira de Schumacher não ser oprimeiro colocado nas 18 etapas do campeonato será se cometer algumerro ou o modelo F2004 da Ferrari apresentar uma pane. Mas tem de serdaquelas panes sérias mesmo, motor explodir ou os braços de suspensãoquebrarem-se em vários pedaços, coisas do gênero. Cano do escapamentorachado, com comprometimento de todo o conjunto traseiro, por causa datemperatura dos gases que escapam, a cerca de 800 graus Celsius, einício de incêndio no segundo pit stop (25ª volta) não valem. Esses defeitos técnicos são pequenos demais para impedir Schumacher e a Ferrari de se saírem vencedores. A corrida deste domingo no Circuito daCatalunha está aí para provar. "Sinto-me exausto", finalmente afirmou Schumacher. Nunca se imaginou que ele pudesse, um dia, dizer isso. Sempre sai do cockpit depois das vitórias, que agora já somam 75, como se a largada ainda seria dada, tal a sua disposição. "Perguntei ao Ross Brawn (diretor-técnico da equipe), o que ele poderia fazer sobre o nosso problema e me disse que não muito. Essa ansiedade de saber se terminaria a corrida me cansou mesmo", disse o alemão, líder do campeonato com 50 pontos, diante de 32 de Rubinho. "O resultado de hoje mais uma vez mostra o que nossa equipe é capaz de fazer, a qualidade de seu trabalho, a confiabilidade do equipamento, eles são fantásticos", disse Schumacher emocionado. A não ser nas 10 primeiras voltas, em que Jarno Trulli, da Renault,liderou depois de uma largada excepcional - era quarto no grid -,Schumacher não teve quem sequer se aproximasse dele, apesar da saúde daF2004 não ser a melhor. "Olhei no espelho e vi aquele carro azul voandona minha direção, não tive nem como me defender", explicou o alemão."Nas 10 voltas em que esteve a minha frente não tive chance deultrapassá-lo, embora fosse mais veloz. Sabia que poderia passar paraprimeiro no pit stop." Foi o que ocorreu. Trulli parou na 9ª volta,Schumacher na seguinte com vantagem suficiente para deixar o boximediatamentre à frente do italiano. Pronto, a conquista estavagarantida, como fez com Jenson Button, da BAR, em Ímola. Trullicompletou o pódio ao se classificar em terceiro. "Quinta vitória seguida no meu 200.º GP são tantos números lindosque me vêm à mente. Me deixam orgulhoso, claro, mas não corro poreles", comentou. "Estou pensando já na próxima etapa do campeonato, éassim que funciona este esporte." A sexta etapa do Mundial será dia 23 no circuito de Mônaco. Foi a quarta vitória seguida de Schumacher no GP da Espanha, a sexta no total. Com o resultado deste domingo, o alemão se iguala a Nigel Mansell que em 1992, na Williams, também venceu as cinco primeiras etapas da temporada. As possibilidades de ele ganhar as 13 provas restantes do campeonato são imensas. Classificação do GP da Espanha: 1) Michael Schumacher (ALE) - Ferrari - 1h27min32s841 - média de 209,205 km/h. 2) Rubens Barrichello (BRA) - Ferrari - a 13s290 3) Jarno Trulli (ITA) - Renault - a 32s294 4) Fernando Alonso (ESP) - Renault - a 32s952 5) Takuma Sato (JAP) - BAR - a 42s327 6) Ralf Schumacher (ALE) - Williams - a 1min13s804 7) Giancarlo Fisichella (ITA) - Sauber - a 1min17s108 8) Jenson Button (ING) - BAR - a 1 volta 9) Felipe Massa (BRA) - Sauber - a 1 volta 10)David Coulthard (ESC) - McLaren - a 1 volta 11)Kimi Raikkonen (FIN) - McLaren - a 1 volta 12)Mark Webber (AUS) - Jordan - a 1 volta 13)Cristiano da Matta (BRA) - Toyota - a 1 volta Abandonaram a prova: Giorgio Pantano (ITA) - Jordan - 51 voltas Juan Pablo Montoya (COL) - Williams - 46 voltas Christian Klien (AUT) - Jaguar - 43 voltas Olivier Panis (FRA) - Toyota - 33 voltas Nick Heidfeld (ALE) - Jordan - 33 voltas Gianmaria Bruni (ITA) - Minardi - 31 voltas Zsolt Baumgartner (HUN) - Minardi - 17 voltas Classificação do Mundial de Pilotos: 1) Michael Schumacher (Ferrari) - 50 pontos 2) Rubens Barrichello (Ferrari) - 32 3) Jenson Button (BAR) - 24 4) Fernando Alonso (Renault) - 21 5) Jarno Trulli (Renault) - 21 6) Juan Pablo Montoya (Williams) - 18 7) Ralf Schumacher (Williams) - 12 8) Takuma Sato (BAR) - 8 9) David Coutlhard (McLaren) - 4 10) Giancarlo Fisichella (Sauber) - 2 11) Felipe Massa (Sauber) - 1 12) Mark Webber (Jaguar) - 1 13) Kimi Raikkonen (McLaren) - 1 Classificação do Mundial de Construtores: 1) Ferrari - 82 pontos 2) Renault - 42 3) BAR - 32 4) Williams - 30 5) Mclaren - 5 6) Sauber - 3 7) Jaguar - 1

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.