Schummy ainda não venceu na Áustria

A sorte de Michael Schumacher, este ano, será submetida a uma prova máxima no fim de semana da próxima etapa do Mundial, o GP da Áustria, entre os dias 10 e 12, em Spielberg. O circuito A1-Ring é onde o alemão acumulou mais azares até hoje, além de ser o único no atual calendário da Fórmula 1 onde não venceu. Mais: nas quatro edições da corrida que disputou, 1997, 1998, 2000 e 2001, sempre pela Ferrari, Schumacher envolveu-se em incidentes em todas. Há quem acredite que desta vez a história de Schumacher no GP da Áustria será distinta, como Gerhard Berger, ex-piloto, atual diretor da BMW, fornecedora de motor da Williams: "Ele não venceu ainda lá? Então agora será a primeira vez?. Em 1997, Schumacher largou apenas em nono. Durante a prova, ultrapassou Heinz-Harald Frentzen, da Williams, sob bandeira amarela, na 38.ª volta de um total de 71, e foi punido com stop and go. No fim, terminou em sexto. Na temporada seguinte, o alemão obteve o quarto tempo no grid. Quando tentava assumir a primeira colocação, na 17.ª volta, ao lutar com Mika Hakkinen, da McLaren, errou e danificou o bico da Ferrari. Mesmo parando nos boxes ainda foi terceiro. Em 1999 recuperava-se do acidente no GP da Grã-Bretanha, em Silverstone, e não correu. Ainda na largada da edição de 2000, onde era quarto no grid, foi tocado por Ricardo Zonta, da BAR, e abandonou. No ano passado colidiu com Juan Pablo Montoya, da Williams, na 16.ª volta. Os dois lutavam pela liderança. Nas voltas finais estava em terceiro e seu companheiro, Rubens Barrichello, em segundo. A Ferrari ordenou que os dois trocassem as posições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.