Scott Sharp vence GP do Japão da IRL

O americano Scott Sharp venceu hoje o complicado GP do Japão da Indy Racing League, prova com vários acidentes, um deles envolvendo o brasileiro Tony Kanaan, que acabou fraturando o rádio (osso do antebraço) do braço esquerdo. Hélio Castro Neves também bateu e deixou o circuito com dores no pé esquerdo e no ombro direito. O sueco Kenny Brack terminou em segundo lugar e o brasileiro Felipe Giaffone, em terceiro. Sharp compete com motor Toyota que, assim, venceu na pista da Honda. O acidente com Kanaan aconteceu na volta 177 das 200 programadas, numa das várias relargadas da corrida - foram nove bandeiras amarelas. O piloto da Andretti-Green disputava a liderança com Scott Dixon, da Chip Ganassi. O neozelandês pressionou o brasileiro, os dois se chocaram e bateram no muro. Tony foi atendido em um hospital da cidade de Tochigi e em seguida viajou para Indianápolis, onde prosseguirá o tratamento (também machucou uma perna). Não foi divulgado estimativa sobre o período de recuperação, mas o piloto disse a pessoas próximas a ele acreditar que terá condições de disputar as 500 Milhas de Indianápolis, em 25 de maio. Deve perder os primeiros treinos. Hélio Castro Neves, da Penske, bateu na volta 77, em acidente provocado pelo estreante americano Roger Yasukawa. "O Roger perdeu a traseira do carro e rodou. Tentei evitar o choque, mas não há nada que se possa fazer naquela velocidade?, disse. O outro piloto da Penske, Gil de Ferran, não correu em Motegi porque se recupera de pequena fratura em uma vértebra, conseqüência de acidente em Phoenix. Sharp, piloto da Kelley Racing, na realidade herdou a vitória, sua oitava na IRL. Ele foi beneficiado por um acidente entre o americano Jaques Lazier (Menards) e o japonês Shinji Nakano (Beck) nas últimas voltas, o que provocou o encerramento da prova sob bandeira amarela. "Em corridas complicadas como esta, você tem de tentar chegar ao final para ter chance de vencer.?? Raciocínio semelhante ao de Felipe Giaffone, o terceiro colocado. "Meu carro não estava entre os mais rápidos, mas algumas vezes você tem apenas de chegar ao final. Foi um dia complicado, mas melhor do que eu esperava.?? Com a vitória, Sharp assumiu a ponta do campeonato, com 106 pontos. Kanaan tem 102; Giaffone, 92; Brack, 89; e Helinho, 83. Gil de Ferran, com 58, é o nono.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.