Hans Klaus Techt/Efe
Hans Klaus Techt/Efe

Sebastian Vettel afirma que GP da Austrália deve ter vários abandonos

Para o piloto, dificuldades com novos carros devem levar apenas metade do grid a completar

O Estado de S. Paulo

14 de março de 2014 | 05h00

MELBOURNE - Com a reviravolta do regulamento da Fórmula 1 para 2014, completar a prova não é mais uma tarefa mínima, mas sim o grande objetivo. Prova disso é que o atual tetracampeão, Sebastian Vettel, da Red Bull, afirmou nesta quinta-feira que cerca de metade do grid deve abandonar o GP da Austrália, no próximo domingo, antes da bandeirada.

Tal expectativa é um choque se comparada aos números de 2013. A etapa com mais abandonos foi Mônaco, com seis. No Bahrein, por exemplo, apenas um piloto não completou.

Quando perguntado pelos jornalistas quantos terminariam a corrida no domingo, Vettel apostou em apenas 12 dos 22 pilotos. O palpite de Felipe Massa, da Williams, foi um pouco mais otimista, 14, e o de Lewis Hamilton, da Mercedes, 15.

A pré-temporada deixou todos inseguros e o novo regulamento faz da durabilidade a principal chave para somar pontos. “O alvo, com certeza, é terminar a prova e na melhor posição possível. E essa mentalidade simples é a que deve se manter pelo ano”, disse Vettel.

A entrada dos motores turbo e as mudanças aerodinâmicas obrigaram as equipes a redesenhar os carros. A redução do consumo de combustível de 150 kg para 100 kg vai obrigar os pilotos a acelerar de forma cuidadosa e de olho no medidor do nível de gasolina.

Por isso, não será raro ver pilotos com pane seca, ou poupando ritmo para poder terminar a prova e quem sabe, até mesmo com superaquecimento de motor, como tanto sofreu a Red Bull nos testes.

"As mudanças foram difíceis para todas as equipes. Há muita coisa para se acostumar e não estamos na forma ideal", admitiu Vettel. "Todos temos ainda muito a entender sobre os carros", explicou Massa.

Nenhuma escuderia assume o favoritismo e expectativa é de que o só a partir da quarta etapa o campeonato deve começar a apontar quem está forte. Para a madrugada de sábado está marcado o treino classificatório para a corrida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.