Yasuyoshi Chiba/AFP
Yasuyoshi Chiba/AFP

Sebastian Vettel ironiza críticos após tri em prova de recuperação

Alemão, da Red Bull, faturou título no GP do Brasil depois de ter rodado na primeira volta

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 14h49

MILTON KEYNES - O alemão Sebastian Vettel aproveitou a sua participação em um evento realizado nesta quarta-feira na sede da Red Bull, em Milton Keynes, na Inglaterra, para alfinetar os críticos que chegaram a dizer que ele era um piloto que só consegue ser forte e vencer corridas quando parte da pole position.

No GP do Brasil, no último domingo, no circuito de Interlagos, o corredor da Red Bull faturou o tricampeonato mundial após ter rodado logo na primeira volta, ao ser tocado por Bruno Senna, e realizou uma grande prova da recuperação, na qual fechou em sexto lugar para assegurar o seu terceiro título consecutivo na Fórmula 1. Antes disso, na corrida de Abu Dhabi, a antepenúltima da temporada, ele terminou na terceira posição após largar dos boxes.

"Na verdade é um pouco engraçado olhar pra trás agora e você ser o carro que não consegue ultrapassar", afirmou Vettel, em tom irônico, para depois completar: "Agora, depois de apenas dois corridas, as pessoas mudaram de opinião".

O jovem alemão da Red Bull dominou amplamente a temporada de 2011, quando obteve 11 vitórias e largou 15 vezes da pole position, mas neste ano não teve nem perto daquela facilidade e lutou pelo título com o espanhol Fernando Alonso até a última corrida. E o fato de ter triunfado em um campeonato no qual não saiu da primeira posição do grid em várias corridas agora o faz desabafar contra os críticos.

"Ganhar vindo da frente ou quando sai de trás é a mesma coisa. Você faz o seu melhor de qualquer forma e as pessoas creditam apenas se você ultrapassa", completou Vettel, antes de exibir certa incomodação com o fato de que os méritos por suas vitórias, em 2011, muitas vezes foram minimizados pela evidente superioridade do carro da Red Bull em relação aos demais. "No ano passado sempre saíamos de uma boa posição (do grid) e é certo que não tínhamos que ultrapassar, e te criticavam por isso", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Red BullSebastian Vettel

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.