Xavier Galiana/Reuters
Xavier Galiana/Reuters

Sebastian Vettel não será piloto da Red Bull na próxima temporada

Equipe austríaca emite comunicado durante Grande Prêmio do Japão e confirma entrada do russo Daniil Kvyat na matriz em 2015

O Estado de S. Paulo

03 de outubro de 2014 | 22h29

 A Red Bull emitiu comunicado na noite desta sexta-feira para oficializar que o piloto Sebastian Vettel não vai continuar na equipe para a temporada 2015 da Fórmula 1. A dupla no ano que vem será formada pelo australiano Daniel Ricciardo e o russo Daniil Kvyat, que estreou nesta temporada pela Toro Rosso.

Vettel estava desde 2009 na Red Bull e pela equipe austríaca conquistou 38 vitórias, além dos quatro campeonatos consecutivos, entre 2010 e 2013. Neste ano, porém, não ganhou nenhuma corrida até o momento e tem sido superado pelo companheiro, Ricciardo, que já foi o vencedor de três provas.

Apesar do comunicado não explicar o destino do piloto, a nova casa do alemão deve ser a Ferrari. A relação entre a escuderia italiana e o espanhol Fernando Alonso está abalada e deve também ter o fim oficializado até amanhã , quando será disputado o GP do Japão, no autódromo de Suzuka.

O convívio entre Alonso e a nova cúpula da equipe italiana, que assumiu recentemente o cargo, está estremecida e piorou depois de o espanhol ser informado que só daqui dois anos teria um carro em condições de batalhas pelo título mundial.

Caso saia da Ferrari, a McLaren passa a ser o mais provável destino do espanhol, que já guiou pela escuderia inglesa em 2007. Para a vaga de Fernando Alonso, a Ferrari pode contratar, além de Sebastian Vettel, os franceses Romain Grosjean e Jules Bianchi.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1VettelRicciardoRe Bull

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.