Glenn Dunvar/AFP
Glenn Dunvar/AFP

Sebastian Vettel se entusiasma com o carro da Aston Martin para temporada da F-1

Alemão mostra confiança na nova equipe e sonha com resultados melhores depois de temporadas fracas pela Ferrari

Redação, Estadão Conteúdo

03 de março de 2021 | 16h24

A equipe Aston Martin apresentou nesta quarta seu carro para a disputa da temporada 2021 da Fórmula 1. O último campeonato disputado pela escuderia na principal categoria do automobilismo foi em 1960. A Aston Martin deixou de competir na F-1 depois de não conseguir marcar nenhum ponto naquele ano. Retorna para o grid com grandes esperanças depois de assinar com o tetracampeão mundial Sebastian Vettel, dono de 53 vitórias, mas que teve um último ano sombrio com a Ferrari, com a qual só subiu uma vez no pódio em 2020.

"Eu amo a história do automobilismo e Aston Martin é um dos grandes nomes do passado, por isso é divertido fazer parte de seu retorno", disse o alemão Vettel, durante o lançamento online da equipe. "Eu ainda não dirigi o carro, obviamente, mas acho que parece ótimo. Estou realmente ansioso para entrar na pista."

Vettel terá como companheiro de equipe o canadense Lance Stroll, de 22 anos, cujo pai Lawrence Stroll é dono da equipe depois de completar uma aquisição de quase US$ 1 bilhão (cerca de R$ 5,7 bilhões) em abril passado. A equipe baseada em Silverstone foi então rebatizada de Racing Point para Aston Martin e o mexicano Sergio Perez - que dirigiu com regularidade na temporada e venceu a última corrida do ano passado - foi substituído por Vettel, de 33 anos.

Será a quarta equipe de F1 de Vettel depois de começar com a Toro Rosso. Ganhou quatro títulos consecutivos com a Red Bull entre 2010 e 2013, antes de dirigir a Ferrari. Na equipe italiana, o piloto não teve grande sucesso, principalmente ano passado, quando terminou apenas em 13º na classificação, com 33 pontos.

"Embora eu tenha corrido por quatro equipes e por muitos anos, começar uma nova temporada com uma nova equipe ainda me dá uma sensação de entusiasmo", disse o veterano piloto. "Sempre me mantive motivado e esta equipe tem me impressionado consistentemente com o que eles conseguiram fazer sem o maior dos orçamentos. Então, quando ele me abordaram no ano passado, e explicaram quais eram suas ambições, eu fiquei imediatamente muito motivado para me juntar à equipe."

Quando Stroll e Vettel entrarem no grid do GP de abertura da temporada no Bahrein em 28 de março, será a primeira vez que o Aston Martin estará no grid desde Roy Salvadori e Maurice Trintignant alinharam para o GP da Inglaterra de 1960.

"Aston Martin retornando à Fórmula 1 após uma ausência de 61 anos terá um efeito poderoso no esporte, na mídia e nos fãs, causando atenção global", disse Lawrence Stroll. "Agora temos as peças no lugar, as pessoas e os parceiros, para atingir um progresso real. Eu acredito firmemente que temos a mistura perfeita de experiência e de um jovem com Sebastian e Lance." Os pilotos vão se familiarizar com o carro nos testes de pré-temporada no Bahrein entre os dias 12 e 14 de março.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.