Leonhard Foeger/Reuters
Leonhard Foeger/Reuters

Sebastian Vettel sobra e faz a pole position do GP da Hungria

Alemão supera Webber, também da Red Bull, por 0s4; Ferrari na 2.ª fila, com Alonso à frente de Massa

TERCIO DAVID - estadão.com.br, TERCIO DAVID - estadão.com.br

31 de julho de 2010 | 10h06

SÃO PAULO - Com uma atuação fantástica, Sebastian Vettel conquistou neste sábado, em Hungaroring, a pole position do GP da Hungria - a quarta seguida - batendo inclusive o recorde da pista, com 1min18s773. Em segundo, completando a dobradinha da Red Bull na 12ª etapa do Mundial Fórmula 1, está Mark Webber, mais de 0s4 atrás.

Veja também:

link Punido, Kobayashi perde 5 posições no grid da Hungria

link Pressão faz Ferrari recuar

blog BLOG DO LÍVIO - Massa diz na Hungria: 'Aqui ganho eu'

A Ferrari foi bem no treino e conquistou os dois lugares na segunda fila, com Fernando Alonso em terceiro e Felipe Massa em quarto, logo à frente do líder do campeonato, Lewis Hamilton, da McLaren.

Rubens Barrichello teve um resultado ruim no treino e não passou para o Q3, pela primeira vez em quatro corridas. O brasileiro da Williams vai largar apenas em 12.º, logo atrás do vice-líder do campeonato, Jenson Button, da McLaren, outro que também não foi bem.

"O Q1 foi ótimo, consegui fazer um bom tempo logo no primeiro jogo de pneus, mas peguei muito transito na segunda parte e não pude aproveitar os pneus macios", explicou o brasileiro, à TV Globo.

Outro que também não foi bem, mas uma vez, foi Michael Schumacher. Assim como aconteceu na semana passada, na Alemanha, o heptacampeão da Mercedes não passou para o Q3 e vai largar num distante 14.º lugar, sua segunda pior classificação na temporada.

A decepção da primeira parte do treino foi Kamui Kobayashi, que normalmente larga mais à frente e é dono de todos os 15 pontos da Sauber, mas sequer passou para o Q2, superando apenas os carros de Lotus, Virgin e HRT, estas duas últimas equipes de Lucas di Grassi, que ficou em 22.º, e Bruno Senna, que foi o 23.º. No entanto, os dois brasileiros ganharam uma colocação cada, beneficiados pela punição do japonês, que perdeu 5 posições no grid por não parar para a pesagem.

FÓRMULA 1 2010 - GP DA HUNGRIA

GRID DE LARGADA

1.º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 1min18s773

2.º - Mark Webber (AUS/Red Bull), 1min19s184

3.º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 1min19s987

4.º - Felipe Massa (BRA/Ferrari), 1min20s331

5.º - Lewis Hamilton (ING/McLaren), 1min20s499

6.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min21s082

7.º - Vitaly Petrov (RUS/Renault), 1min21s229

8.º - Robert Kubica (POL/Renault), 1min21s328

9.º - Pedro de la Rosa (ESP/Sauber), 1min21s411

10.º - Nico Hulkenberg (ALE/Williams), 1min21s710

11.º - Jenson Button (ING/McLaren), 1min21s292

12.º - Rubens Barrichello (BRA/Williams), 1min21s331

13.º - Adrian Sutil (ALE/Force India), 1min21s517

14.º - Michael Schumacher (ALE/Mercedes), 1min21s630

15.º - Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso), 1min21s897

16.º - Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India), 1min21s927

17.º - Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso), 1min21s998

18.º - Kamui Kobayashi (JAP/Sauber), 1min22s222

19.º - Timo Glock (ALE/Virgin), 1min24s050

20.º - Jarno Trulli (ITA/Lotus), 1min24s199

21.º - Lucas di Grassi (BRA/Virgin), 1min25s118

22.º - Bruno Senna (BRA/Hispania), 1min26s391

23.º - Sakon Yamamoto (JAP/Hispania), 1min26s453*

24.º - Heikki Kovalainen (FIN/Lotus), 1min24s120

* punido com a perda de 5 posições por ignorar ordem de parada para pesagem

(Atualizada às 14h50)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.