Sebastien Buemi: 'decepção' após acidente com seu Toro Rosso na China

'Não há muito o que dizer. Travei as rodas e elas saíram', explica ele, que queria voltar ao treino

AE, Agência Estado

16 de abril de 2010 | 10h58

Eugene Hoshiko/AP

Buemi confere o que aconteceu com a suspensão de seu carro após a quebra e a batida

XANGAI - A primeira sessão de treinos livres do GP da China de Fórmula 1, na madrugada desta sexta-feira, foi marcada pelo grave acidente de Sebastien Buemi. No fim de uma reta, a suspensão dianteira direita de sua Toro Rosso quebrou, as duas rodas da frente se soltaram e o piloto parou nos pneus de proteção.

Veja também:

linkEcclestone confirma 20 corridas na F-1 em 2011

linkHamilton é o mais rápido na segunda sessão

linkJenson Button lidera o primeiro treino livre

Como a escuderia não conseguiu aprontar o carro em seguida, Buemi ficou de fora da segunda sessão. Frustrado, o suíço revelou estar extremamente decepcionado com o acidente.

"Não há muito o que dizer. Travei as rodas e elas saíram, foi isso. Apesar de tudo, eu estou bem fisicamente. Mas preciso dizer que estou extremamente decepcionado. Mais uma vez, não por culpa minha, não consegui trabalhar durante as três horas disponíveis", lamentou o piloto, que espera recuperar o tempo perdido neste sábado.

"Vou precisar recuperar esse atraso na manhã de sábado, baseado apenas nos dados que Jaime (Alguersuari) me repassar a partir de hoje [sexta-feira]", acrescentou Buemi.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Sebastien BuemiToro Rosso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.