Marwan Maawani/EFE
Marwan Maawani/EFE

Seis anos após deixar F-1, Kubica pilota carro da Renault em 'teste privado'

Equipe não revelou mais detalhes sobre o desempenho do polonês

Estadão Conteúdo

06 de junho de 2017 | 22h06

Pouco mais de seis anos após deixar a Fórmula 1, o polonês Robert Kubica voltou a pilotar um carro da categoria nesta terça-feira, no circuito de Valência, na Espanha. Ele conduziu o modelo 2012 da Renault pintado com as cores do carro atual da equipe francesa.

De acordo com a Renault, Kubica participou de um "teste privado". A equipe não revelou mais detalhes sobre o evento e nem divulgou informações sobre a performance do piloto de 32 anos na pista espanhola. O polonês completou 115 voltas no traçado que já recebeu corridas da F-1.

"Precisamos esclarecer uma coisa. É verdade: é realmente Robert Kubica no carro. De volta em um de nossos carros depois de seis anos", registrou a Renault, nas redes sociais. "Mas por que mantivemos tudo em silêncio? Foi um teste particular para Robert. Mas podemos dizer que ele reclamou da aderência na pista, da dificuldade em pilotar o carro, da pressão aerodinâmica e tinha um grande sorriso no rosto ao fim das 115 voltas."

Kubica disputou 76 corridas na Fórmula 1 entre 2006 e 2010. Faturou uma vitória, no GP do Canadá de 2008, pela Sauber. Em 2011, antes de iniciar mais uma temporada pela Renault, sofreu grave acidente em um rali. Ele machucou a mão e ficou sem condições de competir na Fórmula 1 naquele ano.

Após longa recuperação, com seguidas cirurgias, o polonês voltou ao automobilismo em 2013 em outras provas de rali. Em abril deste ano, ele fez seu retorno aos monopostos ao pilotar um carro da GP3, na Itália. Agora testou um modelo de Fórmula 1.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1Renault

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.