Victor Caivano/AP Photo
Victor Caivano/AP Photo

Sem futuro garantido, Bruno Senna prevê 2013 mais forte

Após sua primeira temporada completa, ele conta com a experiência para fazer um bom ano

FELIPE ROSA MENDES, Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 15h56

SÃO PAULO - Apesar de ainda não saber se continuará na Fórmula 1, Bruno Senna já projeta fazer em 2013 uma temporada mais forte do que conseguiu neste ano. O piloto brasileiro acredita que o aprendizado obtido durante todas as etapas de 2012 facilitará sua permanência na categoria.

"Foi uma temporada muito desafiadora, com muito aprendizado. Tive bons resultados assim como corridas bem duras", comentou o piloto, nesta quinta-feira, na entrevista coletiva de apresentação do GP do Brasil. "Considerando que fiz minha primeira temporada completa na F1 neste ano e sem participar de alguns treinos livres, acho que foi um bom ano", avaliou.

A primeira temporada completa de Bruno Senna na Fórmula 1 foi marcada por oscilações, prejudicada em parte pela falta de quilometragem na maioria das etapas. Ele deixou de acumular o mesmo número de voltas do companheiro de equipe, o venezuelano Pastor Maldonado, porque foi substituído em quase todos os primeiros treinos livres de sexta-feira pelo piloto reserva da Williams, o finlandês Valtteri Bottas. Esta situação vai se repetir agora em Interlagos - a sessão inicial será às 10 horas.

"No final do dia, tudo se trata de aprendizado. E você normalmente vai melhor quando faz algo pela segunda vez. Então, com certeza haverá muito crescimento para ser feito no ano que vem", afirmou o brasileiro, que soma 31 pontos na temporada, 14 atrás de Maldonado.

Para fazer valer esse aprendizado em 2013, Bruno Senna espera definir sua situação na Fórmula 1 logo após a disputa do GP do Brasil. "[Meu futuro] Ainda está indefinido. E acho que vou ter que esperar até o fim da temporada para descobrir o que vai acontecer. Espero que seja uma boa notícia e que eu possa estar em um carro competitivo na próxima temporada", afirmou.

Aos 29 anos, Bruno Senna está completando uma temporada completa em seu terceiro ano na Fórmula 1. No primeiro, em 2010, piloto a nanica Hispania em 18 de 19 etapas. No campeonato seguinte, substituiu o alemão Nick Heidfeld nas últimas oito corridas da Renault. Depois, assinou contrato de um ano com a Williams, com quem completará no domingo as 20 provas do calendário - a renovação deste compromisso deverá ser definida na próxima semana.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP do BrasilBruno Senna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.