Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Sergio Pérez critica desgaste 'extremo' dos novos pneus da F1

Pirelli já havia anunciado que os pneus seriam menos duráveis que os de 2012

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 16h52

BARCELONA - Depois de ficar com a primeira colocação no segundo dia de testes coletivos de pré-temporada das equipes da Fórmula 1 no circuito da Catalunha, nesta quarta-feira, em Barcelona, o mexicano Sergio Pérez minimizou a importância do fato de ter fechado o dia na frente e exibiu preocupação com a durabilidade dos novos pneus fornecidos pela Pirelli para o Mundial de 2013.

"É extremo. O desgaste é muito difícil. É uma grande surpresa", admitiu o piloto, que neste ano fará a sua estreia como piloto da McLaren e revelou certo espanto com a degradação dos compostos, que considerou acima do normal.

"Normalmente, nos testes de inverno, existe certo desgaste, mas nunca vi dessa maneira. Nós vamos ter corrida nesta pista (de Barcelona) também, por isso esse desgaste é uma preocupação. Mas ainda estamos aprendendo muito coisa sobre os pneus e acho que, uma vez que vamos correr aqui, é possível que haja alguma mudança", projetou.

A Pirelli já havia anunciado, quando lançou os novos pneus para a F1 de 2013, que os mesmos seriam menos duráveis que os de 2012 para propiciar corridas mais emocionantes e com mais opções de estratégia para as equipes, mas Pérez chegou a imaginar uma situação bastante incomum ao falar sobre os compostos visando a disputa do GP da Austrália, prova que abrirá a temporada, em 17 de março.

"Espero mudanças, porque se nós tivermos essa situação em Melbourne nós veremos algo como sete ou dez paradas para troca de pneus", ressaltou o mexicano, que ao mesmo tempo comemorou o bom resultado obtido nesta quarta-feira com os trabalhos realizados com seu carro pela McLaren.

"O resumo é positivo. Hoje foi um dia importante para nós. Conseguimos muita quilometragem e completamos o nosso programa, então estou bastante feliz neste aspecto. A conclusão, porém, é a de que temos muito trabalho pela frente até Melbourne", enfatizou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1McLarenSergio Pérez

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.