Toru Takahashi/AP Photo
Toru Takahashi/AP Photo

Sob chuva, Hamilton domina 1º treino livre nos Estados Unidos

Bottas acabou em segundo lugar e Vettel ficou em quinto, no circuito de Austin

O Estado de S.Paulo

19 Outubro 2018 | 14h26

Sob chuva, o piloto inglês Lewis Hamilton dominou o primeiro treino livre do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1, nesta sexta-feira, no circuito de Austin. O líder do campeonato fez a melhor volta na pista de 5.513 metros em 1min47s520, seguido pelo finlandês Valteri Bottas, seu companheiro de Mercedes, 1s304 mais lento.

A Red Bull ficou em terceiro e quarto lugares, respectivamente com o holandês Max Verstappen (a 1s345 de Hamilton) e o australiano Daniel Ricciardo (a 1s824 do líder). O alemão Sebastian Vettel, vice-líder do Mundial, marcou apenas o quinto tempo, quase dois segundos atrás de Hamilton ao percorrer a sua melhor volta em 1min49s489.

O destaque do treino para os torcedores foi Kimi Raikkonen, companheiro de Vettel da Ferrari. O finlandês ficou em sexto lugar, mas, com o aumento da chuva, deu um show de derrapagens, ao enfrentar a pista molhada com muita coragem. No fim, fez o seu giro mais rápido na pista norte-americana em 1min49s928.

Hamilton pode conquistar neste domingo o seu quinto título na Fórmula 1 se marcar oito pontos a mais do que Vettel. Caso o inglês ganhe a prova nos EUA, o piloto da Ferrari tem de pelo menos chegar em segundo lugar para evitar o penta por antecipação do britânico. Ainda restarão mais três corridas após esta em Austin: o GP do México, no próximo dia 28, o do Brasil, em 11 de novembro, e o de Abu Dabi, duas semanas depois.

O espanhol Carlos Sainz, da Renault, o francês Romain Grosjean (Haas), o monegasco Charles Leclerc e o sueco Marcus Ericsson (ambos da Sauber) completaram, nesta ordem, o grupo dos dez mais bem colocados deste primeiro treino. O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, veio logo atrás deste grupo, em 11º lugar, com sua McLaren, que também teve o britânico Lando Norris em 12º. Este último fará dupla titular com Sainz na equipe inglesa em 2019.

O mexicano Sergio Pérez, que teve na última quinta-feira a sua permanência na Force India para a próxima temporada, foi apenas o 14º desta sessão inicial de pista.

Em caso de conquista de Hamilton no domingo, esta será a oitava vez que o GP dos EUA irá consagrar um campeão na F-1. Os brasileiros Emerson Fittipaldi, em 1974, e Nelson Piquet, em 1981, festejaram conquistas em pistas norte-americanas.

Os pilotos voltam para a pista ainda nesta sexta-feira quando vão participar da segunda sessão de treinos das 16h às 17h30 (horários de Brasília). No sábado, a sessão classificatória para o grid começa às 18h. No domingo, a corrida tem início às 15h10.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.