Souza Cruz deixa Indy e fica só na IRL

Não é só Roger Penske que está de olho na IRL. A fabricante de cigarro brasileira Souza Cruz, através da marca Hollywood, deixará de patrocinar Tony Kanaan na Indy, concentrando seu investimento na concorrente. E deixando a Mo Nunn com um único carro, patrocinado pela Pionner. Tony deverá ser o piloto, substituindo o italiano Alessandro Zanardi, que sofreu um grave acidente em setembro, na Alemanha, e perdeu as pernas. O brasileiro gostaria de se transferir para a Chip Ganassi, da qual diz ter recebido um convite. Mas Morris Nunn, seu (ainda) patrão, quer exercer o direito contratual de tê-lo por mais um ano. Prefere manter um piloto rápido do que embolsar a multa rescisória, chamada de pay off. A decisão deve ser tomada até domingo.Seja onde for, Tony pelo menos terá um carro para pilotar. Algo que Roberto Moreno talvez não tenha se a Patrick também for reduzida a um carro, como pode acontecer. Os atuais pilotos são Moreno e Jimmy Vasser. Este último já se garantiu, assinando contrato com a Rahal - que, por sua vez, também terá um único carro, já que a Miller, um dos patrocinadores, está deixando a categoria. Mas o piloto brasileiro enfrenta a concorrência do jovem Thousend Bell, que disputou as corridas da Europa (Alemanha e Inglaterra) pela equipe. Com cinco vitórias, Bell já garantiu, antes mesmo da corrida de Fontana, o título da Indy Lights.Moreno lembra que, além da situação delicada da Indy, os Estados Unidos em si vivem um momento de indefinição e retração econômica, agravada pelos atentados de 11 de setembro em Nova York e Washington. Com os patrocinadores repensando seus investimentos, diz ele, as equipes estão atrás de pilotos que tragam dinheiro. Não é o caso do brasileiro, que no entanto diz ter um ótimo relacionamento com a Visteon, principal patrocínio da Patrick - e, até agora, o único garantido, motivo da indefinição quanto ao número de carros.Moreno afirma estar negociando com "duas outras equipes boas". Por isso mesmo, embora ele esteja longe da disputa pelo título, bons desempenhos em Surfer´s Paradise e Fontana seriam importantes. Poderiam definir a situação: "Bons resultados sempre ajudam, porque representam metade do retorno publicitário."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.