Spyker troca piloto: sai Albers, entra Markus Winkelhock

Motivo da mudança é dinheiro, já que o novato assina com a equipe por apenas uma corrida

18 de julho de 2007 | 12h41

A escuderia Spyker terá um novo piloto neste domingo: sai o holandês Christijan Albers, entra o alemão Markus Winkelhock, para o Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1, no Circuito de Nurburgring, na Alemanha. O motivo da mudança na escuderia lanterna do Mundial é comercial, já que o novato assinou contrato com a equipe holandesa apenas para esta corrida, com Albers retornando na prova seguinte.Winkelhock, de 27 anos, é filho do ex-piloto de F-1 Manfred Winkelhock, que disputou a categoria de 1982 até 1985, quando faleceu em uma corrida no Canadá. Neste ano, ele tem trabalhado como um dos pilotos de testes da equipe e disputado provas do Campeonato Alemão de carros de Turismo (a famosa DTM). "É um sonho para mim estrear na F-1", disse o piloto no comunicado oficial distribuído pela escuderia. No currículo, tem ainda uma participação na Fórmula 3.Na última posição do Mundial de Construtores e sem pontuar com seus pilotos no Mundial de Pilotos, a Spyker, que entrou na categoria no ano passado ao assumir o controle da extinta MF1, sofre com problemas de falta de patrocínios e estaria passando por uma crise financeira, já que seus resultados não ajudam a atrair investimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1SpykerMarkus Winkelhock

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.