Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Stock Car: decisão do título é adiada

O paulista Antonio Jorge Neto venceu hoje a 10.ª etapa do Brasileiro de Stock Car, no Autódromo Internacional de Brasília, impediu que o também paulista Giuliano Losacco conquistasse o título de maneira antecipada, tirou o carioca Cacá Bueno da briga e, melhor para ele, manteve-se na luta. Faltam duas corridas para o fim da temporada: dia 7 de novembro, em Campo Grande, e dia 28, em Interlagos, São Paulo. O piloto da A. Mattheis/Medley dominou a prova desde o início e, apesar de bastante atacado por Thiago Camilo (Vogel) e David Muffato (Repsol-Boettger), soube segurar a vitória. Já Losacco (Itupetro-RC) e Cacá (Action Power) passaram a maior parte do tempo brigando pelo 10.º lugar. O carioca chegou a estar em sétimo, mas teve de abandonar por problemas no sistema de freios. Losacco chegou em 10.º. A corrida, realizada no anel externo do circuito, terminou cinco voltas antes do previsto em função de um grave acidente envolvendo Guto Negrão, Carlos Alves e Felipe Maluhy. A batida forçou a entrada do safety car na pista e, pouco depois, a direção da prova optou pelo encerramento. Losacco soma 165 pontos na classificação, 40 a mais que Jorge Neto. Como a Stock Car prevê descartes dos dois piores resultados do ano, Giuliano correrá, segundo a organização da competição, por um 13.º lugar em Campo Grande para ser campeão, independentemente do resultado do adversário. Cacá Bueno, com 114 pontos, não tem mais chances de título. Jorge Neto estava aliviado com a vitória - a primeira no ano. "Eu já esperava uma corrida difícil, pelo calor, o alto nível dos pilotos e também pela preocupação constante em não sair do trilho limpo da pista??, disse o piloto. "Além disso, sofri pressão o tempo todo do Camilo e do Muffato. Andei a corrida inteira no limite, concentrado para não cometer um erro." Ele venceu a corrida - 39 voltas - com o tempo de 45min05s296, com vantagem de 0s372 para Camilo e de 0s671 para Muffato. Foi a segunda vitória de Jorge Neto na categoria. A primeira aconteceu também em Brasília. O piloto - que vai deixar a A.Mattheis/Medley ao fim da temporada, trocado justamente por Giuliano Losacco - reconhece que está em situação bem complicada na disputa pelo título. Mas lembra que, antes da corrida de ontem, estava difícil para ele até ser vice-campeão. "Agora estou na briga pelo vice-campeonato em em vantagem sobre o Cacá. Por que não pelo título? Ainda restam duas corridas e só vou sossegar quando acabarem as chances." A Stock Light, e compensação, já tem o campeão conhecido. É Diogo Pachenki, que a duas corridas do final do campeonato alcançou 275 pontos com o quarto lugar de ontem em Brasília e não pode mais ser superado por Rech Júnior (219), nono na etapa. O vencedor em Brasília foi Paulo Salustiano.

Agencia Estado,

17 de outubro de 2004 | 15h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.