Sul-africanos querem circuito de F-1 na Cidade do Cabo

Uma empresa sul-africana anunciou nesta quinta-feira que tem planos para construir um circuito de Fórmula 1 próximo ao aeroporto internacional da Cidade do Cabo, com um custo estimado de 1 bilhão de rands (cerca de R$ 290 milhões).David Gant, diretor-executivo da South Africa Grand Prix Corporation Limitada, explicou que o projeto tem o apoio do governo da África do Sul, mas pode ser atrapalhado por problemas do terreno.Os governos municipal e estadual, assim como a companhia que administra o aeroporto, ainda não liberaram os esperados 58 hectares de terra necessários para a construção do circuito, que teria 5,7 km de extensão e capacidade para 17,5 mil espectadores.Outros 175 hectares também são necessários para garantir o desenvolvimento comercial e a construção de parques industriais ligados ao autódromo. "Eles (Fórmula 1) querem ter um GP na África. Porém, ainda temos de resolver a questão do terreno. Mas acredito que tudo dará certo", contou Gant.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.