Super Aguri terá reunião decisiva com Honda sobre futuro na F1

A Super Aguri deve saber nesta semanase o Grande Prêmio da Espanha, no domingo, foi a última corridada equipe na Fórmula 1. Uma reunião com a Honda na quarta-feira, no Japão, podedecidir o futuro da escuderia lanterninha do campeonato, quepassou em branco na primeira corrida da temporada em soloeuropeu. "Eles não parecem em boa forma neste momento,infelizmente", disse à Reuters o chefão da Fórmula 1, BernieEcclestone, no Circuito de Catalunha. "Quero que eles fiquem, estive os ajudando na últimasemana", acrescentou. O ex-piloto Aguri Suzuki, dono da equipe, disse arepórteres que a reunião com a montadora que apoia suaescuderia será decisiva para salvar o time da falência. A Super Aguri informou na semana passada que estavanegociando com potenciais investidores, mas as perspectivasparecem negativas para a equipe, após o fracasso dasnegociações com a Dubai International Capital (DIC) e o grupoMagma. Os temores de que a Super Aguri não pudesse competir naEspanha não se concretizaram, mas a próxima corrida, naTurquia, ainda é um passo incerto. Apesar disso, o piloto britânico Anthony Davidson e ojaponês Takuma Sato tentaram manter a rotina normal de umacorrida em Barcelona. Davidson disse que estava se preparando para a corrida deIstambul, até que o avisem do contrário. "Tenho que fazer o treinamento para a Turquia, é umcircuito exigente para o lado esquerdo do corpo e o pescoço,então eu preciso me preparar", disse ele a repórteres apósabandonar a corrida de domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.