Superado por Massa, Alonso exalta 'sentimento positivo'

Fernando Alonso evitou lamentar o fato de que fechou os trabalhos de pista em Xangai nesta sexta-feira atrás de Felipe Massa, que já havia o superado nos treinos de classificação para as provas da Austrália e da Malásia. Terceiro colocado na segunda sessão de treinos livres do GP da China, o espanhol se mostrou conformado com o seu desempenho, tendo em vista o fato de que ainda há tempo para evoluir e brigar pela pole da corrida neste sábado.

AE, Agência Estado

12 de abril de 2013 | 10h32

"No final do dia, o sentimento geral é positivo. Trabalhamos bem e é sempre divertido pilotar na pista de Xangai, que tem alguns pontos bastante únicos, como a primeira curva", ressaltou Alonso, que ficou em quinto lugar no primeiro treino livre desta sexta, antes de ser o terceiro na sessão liderada por Massa, o mais rápido do dia em Xangai.

Assim como o seu companheiro de equipe, Alonso destacou a importância de a Ferrari usar de forma certa os pneus, ponto essencial para o sucesso da estratégia das equipes no treino que definirá o grid e depois na corrida de domingo.

"Mais uma vez, os pneus terão um papel chave neste GP por causa do alto nível de desgaste nos trechos longos. Teremos de ter certeza de que estamos adotando a estratégia certa para domingo, assim como decidir sobre quais das novas peças que testamos nesta manhã se adaptaram ao carro. Como sempre, podemos esperar por uma longa noite estudando as informações", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
Fórmula 1GP da ChinaFernando Alonso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.