Lee Jae Won/Reuters - 14/10/2011
Lee Jae Won/Reuters - 14/10/2011

Sutil entra de vez na luta por vaga na Force India

Alemão pode voltar à equipe que defendeu em 2011 depois de um ano fora da categoria

LIVIO ORICCHIO, Estadão.com.br

14 de fevereiro de 2013 | 17h12

NICE - A disputa pela última vaga de piloto ainda em aberto na Fórmula 1, na ascendente equipe Force India, entra na reta final. O site da revista inglesa Autosport informou que o alemão Adrian Sutil esteve na sede da Force India, em frente à entrada principal do autódromo de Silverstone, na Inglaterra, para tirar o molde a fim de o time produzir o banco do carro.

 

É grande a possibilidade de Sutil, que não disputou a temporada passada, testar o modelo VJ06-Mercedes no teste da próxima semana no Circuito da Catalunha, em Barcelona. Sutil, filho de um casal de pianistas concertistas e ele próprio músico também, foi dispensado por Vijay Mallya, proprietário da escuderia indiana, no fim de 2011, depois de disputar bom campeonato. Acabou substituído pelo piloto de testes Nico Hulkenberg, hoje na Sauber.

 

Semana passada, no primeiro treino com os modelos de 2013, em Jerez de la Frontera, na Espanha, a Force India trabalhou com o escocês Paul Di Resta, já acertado como titular, e o francês Jules Bianchi, seu piloto de testes. Como agora Sutil deve acelerar o mesmo carro, é possível que os dois diretores responsáveis pelo time e o próprio Mallya decidam quem fica com a vaga.

 

Há duas correntes dentro da Force India, pelo que emergiu no paddock durante os testes de Jerez. A do diretor técnico Andrew Green, favorável à contratação de Sutil, com quem já trabalhou e o admira, e a do diretor geral da organização, Otmar Szafnauer, defensor de Bianchi ser o escolhido. A decisão final, contudo, ficará com Mallya.

 

Szafnauer adiantou em Jerez que o objetivo da Force India, este ano, é lutar pelo sexto lugar com Sauber e Williams, mas se o modelo VJ06 ratificar sua potencialidade quem saber ameaçar a quinta colocação que, pela lógica, deveria ser da Mercedes. No ano passado a Force India terminou em sétimo lugar, com 109 pontos, na frente da Williams, oitava, com 76, mas atrás da Sauber, sexta, com 126. A Mercedes foi a quinta, com 142.

FIM

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.