Sutil exibe confiança em vaga na Fórmula 1 após teste na Force India

Escuderia ainda não anunciou o parceiro de Paul di Resta para a temporada de 2013

AE, Agência Estado

21 de fevereiro de 2013 | 16h46

BARCELONA - Embora tenha sido apenas o discreto oitavo colocado em um teste que contou com a presença de 12 pilotos na pista do circuito da Catalunha, em Barcelona, nesta quinta-feira, o alemão Adrian Sutil exibiu confiança de que poderá assumir a última vaga aberta no grid da Fórmula 1. Ele andou pela Force India, que ainda não anunciou o parceiro de Paul di Resta para a temporada de 2013, naquela que foi a sua volta a um carro de F1 desde que foi afastado da categoria, no fim de 2011, por agredir um dos donos da Lotus em uma boate na China.

Sutil está na disputa direta pela vaga com o francês Jules Bianchi, atual piloto reserva da escuderia, que irá testar o novo modelo VJM06 nesta sexta-feira. E a comparação de desempenho dos dois na pista deverá ser decisiva para a equipe definir quem será escolhido para ocupar o posto de titular.

Após completar 78 voltas na pista espanhola, Sutil ressaltou que o tempo fora da F1 não o fez perder sua performance anterior e lembrou que a longa experiência acumulada anteriormente na Force India poderá pesar a seu favor. "Eles (chefes da escuderia) me conhecem melhor do que qualquer outra equipe. Passei seis anos neste time e eles sabem do meu desempenho. Acho que eu pude mostrar claramente hoje (quinta) que ainda sou veloz e isso foi muito importante", afirmou o alemão, para depois evitar mostrar um otimismo exagerado.

"Não sei quem tem a melhor chance (de ficar com a vaga em aberto), mas fiz tudo o que poderia para voltar e agora cabe a eles decidir", completou Sutil, lembrando também que não havia perdido a esperança de retornar à F1 após o seu afastamento. "Nunca parei de treinar (a parte física) porque no fundo sempre acreditei na minha volta", enfatizou.

Apesar de ter ficado em oitavo lugar nesta quinta e marcado um tempo quase exatamente um segundo mais lento do que o obtido por Fernando Alonso, o mais rápido do dia com a sua Ferrari, Sutil mostrou força no teste por se tratar de uma volta a um carro de F1 e por ter ficado pouco atrás de Jenson Button, da McLaren, o sétimo colocado, e logo à frente de Mark Webber, da Red Bull, que deu 30 voltas a mais na pista do que o piloto alemão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.