Divulgação
Divulgação

'Temos a melhor dupla de pilotos da Fórmula 1', se empolga Ron Dennis

Somados, os experientes Fernando Alonso e Jenson Button possuem três títulos mundiais e quase 50 corridas vencidas

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2014 | 10h13

Depois de adiar ao máximo o anúncio dos pilotos da McLaren para 2015, o presidente da equipe, Ron Dennis, exaltou o acerto com o espanhol Fernando Alonso e a permanência do inglês Jenson Button. Na avaliação do experiente dirigente, os dois formam "a melhor dupla da Fórmula 1".

"Fernando e Jenson disputaram um total de 500 GPs e venceram 47 deles. Eu posso dizer tranquilamente que agora temos, em ordem de magnitude, a melhor dupla da Fórmula 1 atual", exaltou Dennis, que fez o anúncio dos seus pilotos para 2015 somente nesta quinta-feira.

O dirigente admitiu que a longa negociação com Button atrasou a definição da equipe. O inglês só assinou o novo contrato na noite de quarta. Alonso já estava fechado "há algumas semanas", segundo revelou Dennis. "Por muitas razões, nossa negociação com Jenson levou muito tempo. Acertamos com Fernando há um tempo atrás, mas decidimos que não faríamos o anúncio até que tivéssemos fechado com Jenson."

A demora para definir a futura dupla de pilotos da McLaren fez Button cogitar a aposentadoria em entrevistas nas etapas finais da temporada 2014. O inglês afirmara que deixaria a Fórmula 1 se não pudesse pilotar por uma equipe que lhe permitiria brigar por vitórias.

Mas o desfecho da longa negociação teve resultado favorável ao inglês, em detrimento do dinamarquês Kevin Magnussen, que será piloto reserva em 2015. Button contou com sua experiência para ficar com a vaga. Prestes a completar 35 anos, em janeiro, ele disputará sua 16ª temporada da F1 no próximo ano. "Como dupla, ele e Fernando são extremamente experientes", destacou Ron Dennis.

Button também comemorou o acerto, que vai prolongar sua carreira na categoria - as duas partes não informaram a duração do novo contrato. "Fazer parte da nova McLaren-Honda é uma oportunidade maravilhosa para todos nós. E eu estou muito feliz por ter sido convidado a fazer a minha parte", declarou o piloto, campeão em 2009.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.